You are currently viewing CRO: aprenda como otimizar a sua taxa de conversão

CRO: aprenda como otimizar a sua taxa de conversão

Das inúmeras siglas que fazem parte da linguagem do Marketing Digital, o CRO é uma das mais desconhecidas. Entretanto, isso não significa que a estratégia seja menos importante ou eficiente.

CRO é a otimização da taxa de conversão e os resultados obtidos com esta técnica podem trazer benefícios para o seu site, contribuindo para o crescimento da sua empresa. Quer saber como?

 

O que é conversão?

Conversão são etapas. Antes de partir para a otimização da conversão, é necessário entender uma das palavras que fazem parte desse termo. Em CRO, uma conversão é algo bem mais abrangente do que transformar um seguidor em cliente: envolve as diversas ações que o visitante pode tomar em um site.  

Um simples preenchimento de formulário pode ser considerado como conversão de ação, mas existem várias outras opções, como: 

  • Fazer um pedido de contato com um vendedor
  • Navegar e entender os conteúdos de sessões-chave do site
  • Comprar um produto em uma loja virtual
  • Iniciar um teste de um software
  • Clicar em um banner

Para obter resultados, é importante definir o tipo de conversão que faz sentido para o seu site. Após definido, são esses tipos que devem ser otimizados usando as técnicas de CRO (otimização da taxa de conversão).

 

Como calcular a taxa de conversão?

Além de saber qual é o tipo certo da conversão que se encaixa melhor aos seus objetivos, é essencial saber quais são as variáveis que fazem parte da taxa de conversão.

A taxa de conversão é o percentual das pessoas que fazem a ação desejada em relação ao percentual das que visitaram seu site.

Como exemplo, no e-commerce os dados utilizados para esse cálculo, são: visitantes (tráfego), leads ou cadastros numa newsletter. Para mensurar estes dados, geralmente utilizamos a ferramenta Google Analytics.

Portanto, basta dividir o número de conversões pela quantidade de visitantes e multiplicar por 100. O resultado será sua taxa de conversão:

(Número de conversões / Número de visitantes) x 100 =  Taxa de Conversão %

Atenção: monitorar a taxa de visitantes é muito importante para a sua estratégia para aumentar as vendas.

Um site atrai por mês uma quantidade de usuários, esse será o tráfego. As visitas geram ‘leads’, ou seja, potencial clientes interessados no produto ou serviço. Dessa maneira, tais leads podem gerar ou não a conversão da venda.

A partir desses “visitantes versus vendas” ou “visitantes versus leads” é que conseguimos fazer o cálculo de uma taxa de conversão. 

Exemplo: se mensalmente um site tem 5.000 de tráfego e 50 vendas, a fórmula básica para saber a taxa de conversão é:  

(Número de vendas / Número de visitantes) x 100 =  Taxa de Conversão %

(50 / 5.000) x 100 = 1%

Portanto, a taxa de conversão é de 1%.

A taxa de conversão pode ser calculada em todas as etapas do funil de vendas: do topo para o meio, do meio para o fundo e assim vai. Desta forma, dá para ter um diagnóstico de onde está o obstáculo, o ponto mais fraco da estratégia que precisa ser otimizado.

Por isso é importante medir o percentual entre cada uma das etapas: visitantes para leads, leads para oportunidades e oportunidades para clientes.

Saber as métricas que deseja analisar em cada estágio é essencial para ter um diagnóstico geral da performance do seu site. Assim, fica muito mais fácil direcionar esforços de maneira assertiva.

 

CRO: o que é essa sigla?

CRO significa Conversion Rate Optimization, traduzindo, Otimização da Taxa de Conversão. A estratégia não é nada mais do que um conjunto de práticas que estimulam as conversões de determinado site, aproveitando melhor o tráfego que as páginas já possuem sem, necessariamente, atrair mais visitantes, ou seja, melhorar e aprimorar o que você já tem!

Não é apenas o site que pode ser otimizado: as técnicas de CRO também se aplicam a landing pages, pedidos de teste e calls-to-action em geral.

 

Porque o CRO é importante para o seu negócio?

Estar presente digitalmente é fundamental para o seu negócio. A globalização da web não só aumentou as chances de crescimento da sua marca, mas também a concorrência no meio digital, fazendo com que empresas busquem maneiras de serem vistas e lembradas, se destacando na internet.

O CRO entra aí! Otimizar a conversão do seu site pode ser o diferencial, te deixando em destaque à frente da concorrência. Uma vez que aumenta os resultados sem aumentar custos com canais de aquisição. Uma estratégia de CRO assertiva impacta e reduz o Custo de Aquisição de Clientes (CAC).

Quer aplicar a estratégia de CRO no seu negócio? Confira o passo a passo para fazer bonito!

 

 3 passos fundamentais para otimizar a sua taxa de conversão (CRO)

  • Passo 1: Encontrar oportunidades de otimização e priorizar

Primeiramente, é importante levantar qual métrica de negócio você quer impactar: gerar leads, aumentar quantidade de oportunidades de venda, pedidos de orçamentos, entre outros.

Para quem nunca realizou experimentos, encontrar oportunidades pode ser muito fácil, pois existem diversas otimizações em locais que sabemos que podem melhorar.

Após definir esse foco, o primeiro passo é fazer um brainstorming  para levantar ideias de melhorias em todos os âmbitos: página inicial do site, página de descrição de produto, página de preços, blog, template de email, etc. 

  •  Passo 2: Modelagem e execução

A modelagem das melhorias é essencial, mas caso não seja feita corretamente, pode gerar um retrabalho muito grande. Se isso acontecer, pode acabar dobrando o custo ou ainda fazer com que você não consiga mensurar os resultados no final, perdendo as duas coisas mais importantes: tempo e dinheiro! 

Neste passo 2  vamos desenhar todo o experimento para garantir que ele tenha um objetivo certeiro, sendo bem executado e medido. 

Na modelagem é normal descobrirmos que um experimento que parecia fácil pode não ser tão simples assim. Ela acaba servindo de histórico no futuro, pois contém todas as informações mais importantes do experimento e se for realizar um experimento parecido ao longo do tempo, saberá exatamente qual o caminho seguir, quais as dificuldades irá encontrar, os recursos necessários e também os resultados.

Após a modelagem, é necessário colocar a mão na massa e seguir tudo o que foi levantado na etapa anterior.

  • Passo 3: Registro dos aprendizados e implementação-

Estando finalizado o experimento, vem a etapa principal para o crescimento: o aprendizado. Volte no documento onde ele foi modelado e preencha os resultados, aprendizados e otimizações.

Como dito anteriormente, saber por que o experimento funcionou ou fracassou é igualmente importante ao resultado dele. Se não sabemos o que fez o experimento funcionar, não conseguimos repeti-lo. Se não sabemos o que fez o experimento dar errado, não podemos melhorá-lo.

 

Você já conhecia essa estratégia? Conte com a gente ficar de olho na sua taxa de conversão, aplicar otimizações a todo instante e alavancar o seu negócio!