You are currently viewing Gestão de tráfego: resultados assertivos para a sua marca

Gestão de tráfego: resultados assertivos para a sua marca

Uma estratégia assertiva de gestão de tráfego resulta em um fluxo constante de visitantes e consequentemente eleva seu negócio em um melhor posicionamento da sua marca, com mais engajamento, geração de leads, mais vendas e faturamento. 

Portanto, saiba que se a sua empresa espera conquistar algum resultado na internet, você não pode deixar de pensar na estratégia de gestão de tráfego.

 

O que é gestão de tráfego? 

Gestão de tráfego não significa somente gerenciar os visitantes que chegam aos seus canais digitais. Vai muito além disso. 

Gestão de tráfego significa também gerar tráfego de diferentes fontes, segmentar públicos para ter uma audiência focada nos seus produtos ou serviços e se relacionar com essas pessoas.

Tráfego é o nome dado às movimentações feitas em sites da internet, por isso é tão importante ter a sua própria página online, para entender de onde vem esses visitantes compreendendo os pontos importantes para direcionar sua estratégia de marketing digital. 

Para colocar em prática todo esse trabalho é essencial entender os diferentes tipos de tráfego que existem e as suas particularidades.

 

Tipos de gestão de tráfego 

Existem diversos tipos de tráfego que você pode usar no seu planejamento estratégico para garantir um fluxo considerável de acessos ao seu site, landing pages ou loja virtual.

 

Tráfego orgânico

Tráfego orgânico significa a maneira em que as pessoas chegaram até o seu negócio sem que você precisasse investir em anúncios patrocinados (Facebook Ads, Google Ads etc).

Este tráfego acontece quando as pessoas encontram a sua empresa pelos mecanismos de busca utilizando palavras-chave relacionadas ao que você oferece ou ao problema que está tentando solucionar. Sendo assim, a pessoa pesquisa no Google a dúvida ou problema que deseja resolver e a sua marca entra nos resultados mais relevantes para ela. 

Neste caso, quem deseja gerar tráfego orgânico precisa produzir conteúdos relevantes frequentemente. Mas, é importante lembrar que essa gestão requer investimento de tempo, pois os resultados aparecem em médio e longo prazo. Entretanto, é mais assertivo, já que alcança diretamente o público que está buscando pelo seu negócio sem um investimento financeiro alto. 

 

Tráfego pago

A gestão de tráfego pago requer investimento financeiro para obter resultados. Em certos nichos (menos competitivos) é possível investir menos, enquanto outros nichos (mais concorridos) é preciso investir bem mais, trazendo também resultados mais rápidos.

Com a criação de boas campanhas de tráfego no Facebook Ads e no Google Ads, por exemplo, e segmentando de maneira correta o seu público-alvo, logo conseguirá aumentar verdadeiramente o fluxo de visitantes nas suas páginas ou landing pages em um menor número de tempo.

Ao contrário do orgânico, onde as pessoas buscam a sua empresa, o tráfego pago é a sua marca que vai até elas nas plataformas digitais.

 

 Tráfego social

Neste caso, tráfego social são todos os usuários que chegam nos seus canais de mídia própria (sites, blogs, etc) vindos dos seus canais de mídia compartilhada, das suas redes sociais, como páginas do Instagram, Facebook, LinkedIn, Twitter e Youtube, por exemplo. 

As redes sociais são muito usadas diariamente por milhões de pessoas no mundo inteiro. Sendo assim, é de extrema importância ter essas plataformas dentro da sua gestão de tráfego social. Além disso, ela possui uma ótima vantagem: a capacidade de viralização do conteúdo.

Existem várias estratégias que você pode usar para alcançar essas pessoas para o seu site, convertendo-as como leads, exemplo: você pode criar posts a partir dos textos do seu blog, convidando as pessoas para ler, divulgar suas landing pages, eBooks, Email marketing, captar os dados dessas pessoas, além de fazer anúncios pagos direcionando estes usuários para as suas landing pages.

 

Tráfego de referência

Como o nome já diz, Tráfego de referência é basicamente o que um link faz ao levar uma pessoa de um site para outro.

É muito importante para o marketing digital. Ferramentas, como o Google Analytics, enxergam o tráfego de referência como a origem dos usuários ou do tráfego que chega ao seu website por outros meios que não sejam os motores de busca, ou de mídia paga.

Resumindo, são as pessoas que acham seu site por meio de outras páginas ou links, e não necessariamente por uma pesquisa nos mecanismos de busca ou de uma palavra-chave encontrada em seu site.

O tráfego de referência é conhecido no SEO como backlinks, uma estratégia essencial para o seu site estar nas primeiras opções de busca.

 

Tráfego direto

O tráfego direto atinge os usuários  que digitam o endereço da sua página direto no navegador ou, então, deixam salvo nos favoritos. Ou seja, são acessos em que você não precisa investir em campanhas de tráfego, produzir conteúdos com técnicas de SEO, nem precisa de divulgação da sua marca por outras páginas, pois toda a ação vem do seu público, que já conhece a sua marca.

Neste caso, seu negócio já possui um público fidelizado, por isso ele tem grande valor e uma audiência muito qualificada, provavelmente pronta para comprar seu produto ou serviço e se converter em cliente. Mas, para isso, é preciso investir pesado no branding da sua empresa.

Quanto mais você fortalecer a sua marca, mais tráfego direto será convertido para seus canais digitais.

 

Como escolher o melhor canal para gestão de tráfego? 

Neste caso, não existe resposta certa ou errada, tudo vai depender do público do seu negócio, e quem responderá as melhores gestões de tráfego para a sua marca serão as métricas dos resultados. 

É importante estar atento aos dados coletados em todos os canais, principalmente nos mais difíceis de conversão em acessos, pois, a partir destas informações, você estará embasado para decidir quais as melhores estratégias que devem ou não ser utilizadas e mantidas.

Os benefícios de uma gestão de tráfego assertiva

Ter uma gestão de tráfego eficiente para o seu negócio é muito benéfico, anote algumas vantagens: 

Potencializa a autoridade e credibilidade da marca: afinal, estar em primeiro lugar nos mecanismos de busca reforçar a autoridade do seu negócio sobre os assuntos pesquisados

Traz maior retorno do investimento: a junção da gestão de tráfego orgânico e pago acelera o seu ROI (retorno sobre o investimento), já que as estratégias se complementam.

O tráfego orgânico, utilizando técnicas de SEO, traz resultados no médio e longo prazo, o tráfego pago (com estratégias de remarketing) produz resultados no curto prazo, permitindo o fluxo contínuo.

Aumenta as vendas e cria audiência qualificada: A mídia paga foca na venda do produto ou serviço, dando mais visibilidade para suas campanhas. Uma gestão de tráfego assertiva melhora a segmentação dos públicos que estão sendo atraídos para as suas plataformas, colocando em foco as pessoas mais interessadas pelo o que você oferece.

 

Ainda em dúvida sobre a gestão de tráfego? Entre em contato com a gente que desenvolvemos um plano de mídia para potencializar a sua marca!